sexta-feira, 7 de junho de 2013

RIDÍCULO! ONU quer que pessoas comam insetos!

 Ois é,mais um devaneio megalomaníaco da Srta. ONU. Em uma resolução recente da FAO (Organização Internacional Para a Alimentação),a mesma recomendou aos cidadãos do nosso planeta que... comam insetos! Claro,é compreensível o fato de que a ONU pede para que se coma insetos,também,bancando estes projetos fracassados de estímulos a pequenos agricultores e apoiando projetos coletivistas de reforma agrária,principalmente em países como Venezuela,Bolívia e,em parte,o Equador,sendo a terra do ex-ditador falastrão (Chavo),junto com seu colega Mugabe,do Zimbábue,grandes "modelos" deste "promissor" modelo de desenvolvimento,onde,de grandes exportadores,passaram a importar mais de 80% de tudo o que consomem e tem uma agricultura completamente FALIDA,com produtividade RIDÍCULA e extremamente dependente da "ajuda" estatal,com produtos tabelados e rapidamente sumindo das prateleiras. Ou então,o "exemplar" modelo soviético,onde,devido ao verdadeiro desastre que foi a política de reforma agrária de Lênin,expropriando grandes propriedades e massacrando pequenos produtores,com o governo controlando todas estas áreas,e,por decreto,decidindo,quando,quanto,como,de que forma e por quais métodos se produzir,houve uma gigantesca carestia de preços no mercado internacional (Por ironia,a mesma que insuflou a Greve Geral de 1917 no Brasil!),afim de socorrer o mercado soviético,um terrível desabastecimento de produtos básicos,e um período de fome quase que animalesco,com pessoas revirando esgotos a procura de ratos para comer,insetos,restos de comida assaltados de armazéns do governo,e,porque não,o canibalismo (Prática grotesca existente até hoje na Coréia do Norte,onde,ainda nos anos 90,uma epidemia de fome dizimou mais de 3 MILHÕES de pessoas [para quem acha que as atrocidades comunistas são coisa do passado],bem como na China,onde,em pleno Salto Para Frente,os chineses arrancavam as cascas das árvores para ter o que comer!). É mais uma vez,a ONU apostando nestes fracassados programas de "reforma agrária" e distribuição de "justiça social",cujos resultados desastrosos só poderão ser compensados na forma destas "grotescas" medidas. Como sempre,é esse maldito "lobby verde",o mesmo que aterroriza com câncer as pessoas,por causa de antena de celulares,pilhas,amianto,até o "sagrado(?)" hambúrguer macchiken do seu "amado(?)" Mcdonalds. Ficam enchendo o saco com esse negócio de LED (eu até sou a favor do LED,mas ninguém vai morrer se usar uma lâmpada incandescente em casa!),essa babaquice de tudo "ecológico",e,até mesmo encasquetaram com esse negócio de "orgânico",como coisa que alguém tivesse interesse de comer apenas produtos "de época",pelo triplo do preço e com gosto "de sabão,dentre outras frescuras naturebas. Fala sério! O mundo não precisa deste besteirol. O que o mundo precisa é de maior produtividade,menor desperdício,e pesquisas sérias que descubram alguma propriedade útil a ser encontrada nos "produtos da natureza". Esse negócio de "bom selvagem" em "harmonia com o seu meio",pode parecer lindo no papel,mas,ao se deparar com a realidade,com suas taxas de mortalidade genocidas (170,180,200,e,no Malawi,país de onde procede um dos filhos da Madona,em alguns lugares,240 POR MIL!),tradições bárbaras (excisão do clitóris,mutilação corporal com lâminas e objetos compartilhados e pouco ou nada esterilizados,com elevado índice de mortalidades,doenças recorrentes e sequelas graves!),total falta de higiene,guerras tribais sanguinárias em um mundo onde ditadores,o caos,e a lei do mais forte (a ausência TOTAL do Estado de Direito) são uma constante,é preciso olhar o mundo como ele é e deixar as masturbações românticas para as páginas do papel e jamais estuprar os princípios filosóficos hegelianos! Chega de defender estes modelos fracassados que a ONU quer propor,eu não tenho culpa se MST é vagabundo e não trabalha,terra é para quem produz,não tem nada a ver com esse negócio de "justiça social",se você quer terra para subsistir,seu negócio deveria ser guarda florestal. As pessoas tem que parar de pensar este "altruísmo" de meia-tijela,de Marx,Rousseau & CIA,tem que entender que no mundo existem pessoas,e que elas não se importam com seus problemas,assim como você não se importa com os problemas dos moradores da Coréia do Norte!



 


insetos





FAO defende o consumo de insetos na dieta mundial,mas ataca transgênicos e defende programas fracassados de incentivo à agricultura. 
 Bom,a ONU nunca foi flor que se cheire,e em pensar que ainda existem APEDELTAS que defendem a inclusão do país no Conselho de Segurança da ONU,aceitando qualquer tipo de apoio,incapazes de saber,ou sabendo,que os conselheiros tratarão esse país como um eterno capacho,como macaquinhos de auditório,submetendo-os a todo tipo de humilhações e "ocupações" inúteis e iludindo-os eternamente como a um cãozinho fiel. Os conselheiros NUNCA dariam esse direito a certo país tupiniquim,isto nunca os interessou. De umas décadas para cá,a FAO sempre esteve muito interessada em promover programas de "reforma agrária" e "justiça social". Sob forte lobby de mega-empresário corporativistas e em simbiose com os respectivos Estados,bielderbergs,partidos de esquerda,governos esquerdistas,e,até diplomatas e intelectuais,todos tem infestado esta agência da ONU que nem ratos,e,prevendo de antemão os efeitos desastrosos destes programas internacionais de reforma agrária,muitos tentam se utilizar desse ardil como arma para neutralizar os discursos liberais de fome e desabastecimento em massa. Mesmo porque,com tantos insetos "dando sopa",para que se preocupar com a comida dos supermercados. Outro importante superlobby a cair com todas as forças sobre essa agência da ONU,é o dos vegans e eco-chatos,que adoram alardear aos quatro ventos,que somos uma sociedade consumista e imoral,que estamos "destruindo o planeta",e que precisamos "abolir a carne de nossa dieta". É bem possível,pois vegans detestam insetos e eco-chatos não se importariam em [fazer os outros] comerem: baratas,grilos,gafanhotos,moscas,escorpiões,formigas,pernilongos,etc... pois,para estes sujeitos,um bom [para eles] bife de soja com tofu sem sal estaria sempre à disposição,para socorrê-los nos momentos mais difíceis. Inclusive,o famoso site anti-ambientalista Verde,a nova cor do comunismo,denunciou o ativismo político do professor Arnold Van Ruis,da Universidade de Wageningen,Holanda,é um dos principais ativistas militantes desta tosqueira. Desde Quiche de [arrrrrgghhh!] minhocas,a Rolinho Primavera de [um saco de vômito,PLEASE!] Grilos,o professor defender com unhas e dentes esta dieta repugnante,pois para ele,é mais "verde",e não contribui para o aquecimento global. Não poderia faltar,claro,um duro ataque a indústria do agronegócio,a única atividade econômica responsável pela "revolução verde",que ajudou a tirar da mais terrível fome,bilhões de pessoas em todo o mundo. Segundo ele,os bois emitem muitos "gases estufa",e agravam o problema do aquecimento global. O sujeito também ataca o consumo de porco (em decadência no Brasil por causa do "bicho que dá no cérebro"),e de aves. O pior é que estes são os babacas,habilitados a fazer políticas públicas de estímulo ao consumo de... insetos! Dieta repugnante que os seus proponentes adoram espalhar,mas,no fundo,preferem um delicioso "bifinho". Bem como aqueles estúpidos ativistas gays e psicanalistas,que querem por que querem alimentar a "taradice" de sugerir uma sexualidade infantil,apenas para poder satisfazer desejos lascivos inconfessáveis,sem a preocupação de uma admoestação e punição legal. Eu não vou comer insetos PORRA NENHUMA,e,se vocês gostam tanto destes pratos excêntricos,por que vocês mesmos não dão o exemplo,devorando,GULOSO,um prato cheio de tanajuras e minhocas,até porque,hipocrisia é típico  desta turma. E vocês,desqualificados da FAO,se quiserem fazer alguma coisa de útil,revoguem esta PORCARIA,LIXO de resolução,ou terão de provar,diariamente,de todas as "delícias" que a dieta inseptícia pode oferecer,até cuspirem-lhe o estômago!




A solução é não desperdiçar: Redução do desperdício e novas tecnologias são uma excelente solução ante esta repulsiva alternativa.
 Um dos argumentos utilizados pela FAO para emplacar esta esta estultice,é o de que 2 bilhões de habitantes (cerca de um terço da população mundial),consomem regularmente insetos. Mas claro,isso acontece em países e locais extremamente pobres (sertão nordestino,África,uma parte da Ásia),ou por motivos culturais (china,Japão,etc...). Não é uma dieta a ser generalizada de forma alguma. Segundo levantamento recente da CONAB,cerca de 30 a 50% dos alimentos produzidos,estragam antes de chegar ao consumidor,um verdadeiro desperdício. Reduzindo o percentual de alimentos desperdiçados,podemos mais do que DOBRAR a oferta de alimentos por todo o mundo. Podemos apostar também na tecnologia como arma para expandir a oferta de alimentos,aumentar a produtividade por hectare,e,assim,aumentar o volume de alimentos sem desmatar a natureza. Recentemente,a EMBRAPA lançou três variedades de feijão,com alta produtividade,proteção contra doenças e ciclo de vida mais curto[1]. Sem falar no uso de variedades genéticas que poderão incrementar propriedades vitamínicas nos alimentos e torná-los imunes a pragas e mais resistentes as alterações climáticas. Se bem,que existem um bando de débeis mentais que atacam os transgênicos,e,claro,defendem aqueles projetos fracassados de "agricultura familiar",alimentos orgânicos,"reforma agrária",abolição da mecanização e de pesquisas científicas,levando a sucessos "incríveis",como Cuba,onde,de uma produção média de 12 milhões de toneladas/ano,nos tempos Pré-Fidel,passaram a RIDÍCULOS 2 MILHÕES toneladas/ano,cerca de um sexto de CINQUENTA anos atrás,ou a Venezuela,onde,a produtividade média de feijão nas fazendas expropriadas,passou de 2,5 mil quilos por hectare,a menos de 500 quilos por hectare,enfim,menos de um quinto da produtividade de 20 ANOS atrás (sem falar no DESASTRE que foi os programas de reforma agrária no país,que arruinaram a agricultura local e tornaram os venezuelanos,carentes de QUASE tudo,pois,praticamente todo o que consomem,vem de fora [Advinha quem são os maiores "parceiros comerciais",vendedores da maior parte destes produtos que preenchem as mínimas lacunas do desabastecido mercado venezuelano? Claro,os EUA,país do DEMO!]). No Zimbábue,de maior exportador e celeiro de alimentos do continente africano,o desastroso programa de expropriações do governo Mugabe arruinou a agricultura deste país. Hoje,produzem somente um quarto do que consomem e são dependentes de tudo,além de terem desemprego de 80% e inflação de mais de SEIS DÍGITOS! A Coréia do Norte é terra arrasada,com quase um terço das áreas agrícolas simplesmente abandonadas e produtividade RIDÍCULA no resto. Como a economia do país é extremamente fechada e o falecido ditador-pai ficava feliz igual pinto no lixo,desviando o dinheiro da ajuda humanitária para comprar BMWs,uma terrível onda de fome foi responsável pela morte de mais de TRÊS MILHÕES de pessoas (e isso num país com cerca de UM QUARTO da população brasileira à época!),sendo que hoje,casos grotescos de cidadãos comendo ratos,insetos (então Srta. FAO,não vai condecorar os seus "discípulos" norte-coreanos?),e,até mesmo,atos de canibalismo grassam naquele pitoresco país,que só permite 17 tipos diferentes de cabelo e onde TV A CABO da PRISÃO PERPÉTUA! O pior ainda,é insistir neste projeto fracassado de "alimentos orgânicos",onde,com sua produtividade RIDÍCULA,um ciclo produtivo que é,em média,O DOBRO do ciclo produtivo de alimentos convencionais,não pode ser produzido "fora de época",e,custa,em média,O TRIPLO do que custa um alimento convencional,esse tipo de prática só é alternativa para criaturas anêmicas e com cara de enterro. Esse tipo de "Programa só vai levar a "fome mundial",pois,esperar de 2 a 5 anos para emergir uma produtividade medianamente medíocre seria condenar a fome a população,e fazer os níveis de subnutrição,retrocederem a 300 anos atrás,bem como condenar a população a Idade Média,ou a pré história,com elevada mortalidade materna e infantil,bem como um genocídio silencioso,e terríveis tiranos digladiavam-se sangüinolentamente por porções de terras e países inteiros,e onde um povo miserável era refém de toda sorte de profeteiros,milagreiros e fanáticos religiosos,enfim,seria o retorno a era da barbárie. Srta. FAO,por favor,PARE de bancar estes inúmeros projetos fracassados,que só trouxeram dor e desgraça aos países onde foram implantados. Ninguém quer "reforma agrária",e,se para ter comida na mesa,um chinesinho comprar uma fazenda de 500 mil ha e entupir de alimentos para poder abastecer o mercado interno,do que uma gigantesca porção de minifúndios improdutivos e ab abandonados,cujos proprietários ficam chorando "eternidades" inteiras,choramingando por mais "verbas governamentais" e programas sociais (Já mediu a produtividade das fazendas controladas pelo MST,Srta. FAO? Para falar verdade,eles não produzem nada,apenas demagogia,são verdadeiras "favelas rurais"). E os programas fracassados de reforma agrária no México e no Chile,que transformaram os pequenos produtores em favelados rurais? Sem falar nesta babaquice de agricultura de subsistência... Enfim,esta agência da ONU é uma agência demente,insiste em idolatrar o fracasso e renegar a era revolucionária na produção de alimentos,bem como um imenso legado de avanços sociais e civilizacionais,em nome de bandeiras idiotas,como "defender o verde",e "combater o 'efeito estufa' ". É preciso que as pessoas acordem para viver num mundo civilizado,ou morar naqueles "redutos selvagens",que eles tanto amam,mas no Animal Planet! Falso altruísmo é assim mesmo,são todos herdeiros de Rousseau,aqueles que idolatram o "bom selvagem",desde que bem longe.

2 comentários:

  1. "Como sempre,é esse maldito "lobby verde",o mesmo que aterroriza com câncer as pessoas,por causa de antena de celulares,pilhas,amianto,até o "sagrado(?)" hambúrguer macchiken do seu "amado(?)" Mcdonalds."


    O homem que escreve "escarcel" e não sabe conjugar o verbo dever (quem diria!) virou doutor em Medicina, especialista em câncer, e determina o que pode ou não causar a doença com base no seu próprio paladar. Sempre aproveitando a viagem: aprenda também a escrever CHICKEN! Paro por aqui. Já fui convencido de que o seu problema é resultado da falta de ingestão de proteínas na primeira infância.

    ResponderExcluir
  2. EU PENSAVA EM MATAR A FOME DO MUNDO, PREMIDO PELO DEVER DA MINHA CONSCIÊNCIA CRISTÃ:
    (AP.19.9) ENTÃO, ME FALOU O ANJO: ESCREVE: Os Governantes que são fiéis à Deus, devem cuidar da saúde econômico-financeira das nações; sem jamais se descuidarem da saúde espiritual do nosso povo, a qual nos foi legada nos Santos ensinamentos de Jesus Cristo; (RM.4.3) PORQUANTO QUE DIZ A ESCRITURA?
    (LC.2.23) Conforme o que está escrito na lei do Senhor: (MT.4.4) Não só de pão viverá o Homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus; (LC.12.23) porque a vida é mais do que o alimento, e o corpo,não mais do que as vestes: (MT.6.31/32) Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos ou com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas cousas; pois vosso Pai Celeste sabe que necessitais de todas elas: (MT.6.33) Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas cousas vos serão acrescentadas: (MC.1.15) O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo, arrependei-vos se crede no Evangelho: (AP.22.6) Estas palavras são fiéis e verdadeiras: O Senhor, o Deus dos Espíritos dos Profetas, enviou seu Anjo para mostrar aos seus Servos as cousas que em breve devem acontecer: (MT.7.23) Então, lhes direi explicitamente:
    Logo se verá que os recursos financeiros que têm escoado pelo esgoto da CORRUPÇÃO, somados aos que têm sido incinerados pela loucura das GUERRAS; servirão para aplacar o flagelo da fome no mundo:
    (IS.46.8) Lembrai-vos disto e tende ânimo, toai-o à serio,ó prevaricadores; (MC.10.27) Para os homens é impossível, contudo, não para Deus; porque para Deus tudo é possível: (LC,21.13) E isto vos acontecerá para que deis testemunho! (NM.24.16) Palavra Daquele que ouve os ditos de Deus e sabe a ciência do Altíssimo; Daquele que tem a visão do Todo-Poderoso e prosta-se, porém de olhos abertos:


    ResponderExcluir